sábado, 4 de junho de 2022

VIGÉSIMO QUARTO DIA (31/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.


 

LEITURA BÍBLICA: Neemias 4.12 - 14

Aparentemente, o que a passagem quer dizer é que os “judeus’ que viviam perto dos inimigos que atacariam, vieram e deram esse relatório ameaçador aos que se ocupavam do trabalho nos muros. Planos diabólicos estavam sendo efetuados e os inimigos se jactavam, repetindo por vezes sem conta as devastações que eles trariam contra os trabalhadores que atuavam nas muralhas da cidade. Além disso, um ataque geral foi prometido. Esse ataque viria de todas as partes.

Então pus o povo... com as suas espadas e as suas lanças e os seus arcos. A Preparação de Neemias. Tendo recebido repetidos avisos, Neemias tomou as precauções apropriadas. Nos lugares onde as pedras estavam sendo preparadas (“lugares baixos e abertos’), foram postados guardas de vigilância. Aqueles que preparavam as pedras, portanto, estariam protegidos por homens armados. Então os que estivessem nos “lugares altos’ , onde ficavam as muralhas, subindo desde as regiões mais baixas, também teriam seus guardas.

Não os temais; lembrai-vos do Senhor, grande e temível. O Encorajamento Dado por Neemias. Tendo feito o que era possível para defender as muralhas e os que nelas trabalhavam, Neemias apelou para o encorajamento verbal. Nesse encorajamento ele como que disse: “A batalha é do Senhor, e Ele vos dará a vitória". O Senhor é grande e terrível, um renomado derrotador de adversários. Ele não falharia. Além disso, havia o apelo humano. Além de defender as muralhas, um homem estaria defendendo sua família e seus irmãos. Era um projeto comunitário e uma defesa comunitária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário