terça-feira, 21 de junho de 2022

45º DIA (21/06/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.


 

LEITURA BÍBLICA: DANIEL 10.3,12

 

Daniel se abstém de alimentos. Ele deixa por 21 dias o convívio social e se recolhe para um tempo de quebrantamento, jejum e oração em favor da sua nação.

Muitos judeus preferiram ficar na Babilônia que voltar a Jerusalém. Gostaram da Babilônia. Ele, Daniel, não voltou por causa da sua idade e também porque na Babilônia podia influenciar mais profundamente os reis persas. Mas durante os 70 anos de cativeiro, mesmo ocupando altos cargos, nunca se esqueceu de Jerusalém. Diariamente orava pela cidade (Dn 6:10).

Precisamos resgatar a importância do jejum na nossa vida. Jejum é alimentar-se da essência e não apenas do símbolo. Jejum é fome de Deus, é saudade de Deus.

Daniel está jejuando e orando por duas razões: 1) Muitos judeus se esqueceram de Jerusalém e mostravam pouco interesse em voltar do exílio; 2) Os poucos que voltaram enfrentavam dificuldades sem precedentes em sua tarefa de reconstruir o templo e a cidade.

Os samaritanos haviam apelado ao rei da Pérsia e a obra ficou paralisada. Parecia que os poucos que haviam retornado fizeram-no sem um verdadeiro motivo. Parecia que tudo foram em vão. Foi por esta razão que Daniel estava orando e jejuando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário