quinta-feira, 26 de maio de 2022

DÉCIMO NONO DIA (26/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.

 

LEITURA BÍBLICA: Salmos 119. 11

A palavra de Deus é nosso mais precioso tesouro. É melhor do que muito ouro depurado. Não podemos tratá-la com descaso nem trocá-la por outros valores, por mais excelentes que sejam. Davi, no texto em epígrafe, ensina-nos três verdades preciosas que vamos, aqui, destacar:

Em primeiro lugar, devemos guardar a melhor coisa. Davi é um rei. Tem muitos bens e rico patrimônio. Em sua casa há muitas riquezas. Em seu reino muitos tesouros. Pedras preciosas chegam para ele de diversos lugares do mundo. Vive cercado de pompa e luxo. Porém, nenhum tesouro ocupou lugar tão alto em sua vida como a palavra de Deus. Não foram as riquezas dos homens que conquistaram seu coração. Não foi ouro nem prata que armazenou como seu valor mais estimado. Davi guardou a melhor coisa, a palavra de Deus. Essa foi sua verdadeira poupança. Seu melhor investimento. Seu mais valioso tesouro. Oh, como nós precisamos redescobrir o valor da palavra de Deus! Como precisamos amá-la! Como precisamos tê-la em alta estima! Ela deve ser lâmpada para nossos pés. Deve ser mapa para nossa jornada. Deve ser mel em nossa boca e alimento sólido para nos sustentar. Em vez de guardar os tesouros perecíveis, devemos guardar essa riqueza incomparável. Ela restaura a alma, ilumina os olhos e alegra o coração.

Em segundo lugar, devemos guardar a melhor coisa no melhor lugar. Davi resolveu guardar a palavra de Deus não numa prateleira de cedro nem num móvel importado. Não a escondeu num cofre fechado a sete chaves. Guardou-a em seu coração. Internalizou-a, nela meditando de dia e de noite. A palavra foi seu deleite. Seu maior prazer. Desse baú divino, ele tirou coisas novas e velhas. Dali saia sua motivação para uma vida de obediência. Por causa dessa palavra, afastou seus pés do conselho dos ímpios, do caminho dos pecadores e da roda dos escarnecedores. Essa palavra conduziu-o pelas veredas da justiça. Por meia dela conheceu Jeová como seu pastor. Essa palavra trouxe-lhe consolo e segurança, quando cruzou os vales da sombra da morte. Por meia dela alimentou sua alma, com provisões ricas, pois a palavra é uma mesa farta no deserto. Oh, que o nosso coração seja um depósito para esse mais valioso tesouro! Em vez de esquecê-la, devemos tê-la bem perto das nossas mãos, junto aos nossos olhos, entronizada em nosso coração. Em vez de substituí-la pelo farelo dos prazeres efêmeros, devemos encontrar nela real prazer. Em vez de guardar riquezas terrenas e bens que serão consumidos pelo fogo, devemos guardá-la com máxima presteza no lugar mais seguro deste mundo, o nosso coração.

Em terceiro lugar, devemos guardar a melhor coisa, no melhor lugar, com o melhor propósito. O propósito de Davi ao guardar a palavra de Deus em seu coração era não pecar contra Deus. A palavra de Deus é um freio moral que livra os nossos pés da queda. Dwight Moody escreveu na capa de sua Bíblia: “Este livro afastará você do pecado ou o pecado afastará você deste livro”. A maneira de um jovem guardar puro o seu coração é observando tudo conforme a palavra de Deus. A maneira de um crente ser santo é ser santificado pela palavra. Ela é como água que nos limpa. É como fogo que queima nossas escórias. É como martelo que esmiúça as resistências do nosso coração. Quanto mais cheios da palavra, mais vazios da vaidade. Quanto mais plenos das verdades eternas, mais desapegados seremos das coisas aqui debaixo. Quanto mais espaço tiver a palavra em nosso coração, menos domínio o pecado terá sobre nós. A palavra de Deus é meio de graça e ferramenta poderosa para nossa santificação. Quanto mais a lemos, mais ela nos examina. Quanto mais mergulhamos nela, mais ela nos perscruta. Quanto mais guardamos a palavra, mais guardados nós somos do mal.


DÉCIMO OITAVO DIA (25/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.


 

LEITURA BÍBLICA: Neemias 4.2,3

Sambalate, com ódio ardendo em seu coração, dirigiu a palavra a seu exército e a seus irmãos. Muitos planos contrários foram imaginados. O homem esperava apelar para a violência, a despeito das cartas do rei da Pérsia que Neemias trouxera consigo. Os babilônios tinham feito um trabalho completo ao destruir Jerusalém e suas muralhas. Poderiam aqueles débeis judeus reverter a destruição, por assim dizer, “em um dia”? Foram necessários somente cinquenta e dois dias para fazer o trabalho de conserto das muralhas da cidade, tão entusiasmados estavam os operários judeus!

CONHECENDO DEUS PELA PALAVRA: TEMA: "UMA ÚNICA ESTRADA E CINCO CAMINHOS DIFERENTES."


 

terça-feira, 24 de maio de 2022

CHAMADA PARA O CULTO DE HOJE (24/05/2022). CONHECENDO DEUS PELA PALAVRA


É HOJE (24/05)

 

100%ON-LINE

 

TEMA: "UMA ÚNICA ESTRADA E CINCO CAMINHOS DIFERENTES."

 

Bem aventurado é o homem que passa pelo vale árido e faz dele um manancial. Ele carrega no coração os caminhos aplanados.

 

O caminho só muda do lado de fora, quando ele muda do lado de dentro. Não existe nenhum caminho do lado de fora que vai lhe ser bom, a menos que você carregue um bom caminho no coração.

 

Hoje, eu queria em nome do Senhor Jesus, convidar você a dizer: "Senhor, ajuda-me a fazer o caminho da vida. Eu quero caminhar no caminho da vida e da verdade em Jesus".

 

Te aguardo às 20:00h nos endereços contidos no banner.


DÉCIMO SÉTIMO DIA (24/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


 

LEITURA BÍBLICA: Neemias 4.1

O terceiro capítulo é parentético, dando-nos uma lista dos operários da construção ou reparo das muralhas de Jerusalém, e as seções que eles consertaram.

A obra começou e terminou na Porta das Ovelhas. Famílias paternas estiveram envolvidas na construção, até o encerramento. Agora, porém, o cronista nos leva de volta à seqüência dos eventos que terminaram no segundo capítulo e prossegue cronologicamente a partir dali. Assim sendo, a oposição que os judeus sofreram é agora descrita, e nos esquecemos, pelo momento, de que o cronista já registrou como as muralhas foram terminadas (Nee. 3.32).

Tendo Sambalá ouvido que edificávamos o muro. Cf. Nee. 2.10 quanto à sua reação inicial e suas zombarias. Quando ele ouviu que o trabalho das muralhas  estava realmente começando, enfureceu-se. Ele continuou zombando, mas agora não limitava mais sua oposição a meras palavras.

Edificávamos. Sambalá teria seus aliados, que também ficaram indignados porque o trabalho de construção das muralhas da cidade estava começando. Portanto, a missão de Neemias se complicou. Ele tinha todo aquele trabalho a ser feito e, ainda por cima, inimigos que tentavam entravar seu progresso.

E escarneceu dos judeus. “O que vocês estão fazendo é ridículo e inútil. Vocês nunca terminarão esse trabalho. Vocês são traidores do governo persa Seus inimigos darão cabo de vocês, assim que sentirem vontade de fazê-lo. Suas tentativas de reverter o que os babilônios fizeram fracassarão. Vocês são débeis e seu trabalho é insuficiente. Até uma raposa que subisse pela vossa muralha a faria cair" (ver os versículos que se seguem).


segunda-feira, 23 de maio de 2022

DÉCIMO SEXTO DIA (23/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


 

LEITURA BÍBLICA: Neemias 3.1 - 2

Então se dispôs Eliasibe, o sumo sacerdote. Essa porta foi o começo e o fim do circuito feito na direção anti-horária, em redor das muralhas, que o autor sacro empregou para contar a história do reparo das muralhas. O circuito começa no vs. 1 e termina no vs. 32. Essa porta ficava perto da esquina nordeste da cidade. Os sacerdotes provavelmente foram escolhidos para a tarefa porque a porta ficava perto de seu bairro residencial, no complexo do templo. Os sacerdotes santificaram o trabalho, uma primeira prestação da dedicação subseqüente da muralha inteira. Essa era a entrada comum para a área do templo, e foi a primeira construção a ser terminada. Foram, por assim dizer, as primícias do trabalho dedicado a Deus, e também a fermentação da massa inteira, empregando ainda outra metáfora. As ovelhas eram levadas por essa porta até o templo, a fim de serem sacrificadas.

Devemos entender que a muralha estava dividida em porções ou seções, e que homens receberam a incumbência de reparar essas porções. É como se Neemias tivesse dito: ‘Aqui é o teu lugar de atividades”. Cada uma das famílias ou clãs distintivos eram representantes das várias seções. Foi tudo uma atividade comunal.

CELEBRANDO AO SENHOR EM FAMÍLIA. TEMA: "CURA E RESTAURAÇÃO DOS RELACIONAMENTOS FAMILIARES ATRAVÉS DO PERDÃO."


 

DÉCIMO NONO DIA (26/05/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.

  LEITURA BÍBLICA: Salmos 119. 11 A palavra de Deus é nosso mais precioso tesouro. É melhor do que muito ouro depurado. Não podemos tratá-...