sexta-feira, 17 de junho de 2022

29º DIA (05/06/2022) DOS 52 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO.


 

LEITURA BÍBLICA: Neemias 5.1,2

O capítulo 3 de Neemias mostra os recursos que ele usou para mobilizar o povo na construção dos muros de Jerusalém: coordenação, cooperação, aprovação e comunicação.

O capítulo 4 nos informa que a obra foi feita debaixo de intensa oposição dos inimigos provocando desânimo, confusão, ameaça e destruição.

O capítulo 5 aponta um perigo mais difícil de ser enfrentado: a usura dos nobres. Neemias lida agora não com um problema externo, mas interno; não procedente dos inimigos, mas oriundo dos irmãos. O exército de Sambalate é menos perigoso do que a avareza dos nobres.

Neemias identifica seis problemas que atingem a vida do povo:

Em primeiro lugar, Neemias fala sobre a fome (v1,2). Vemos aqui: 1) Os acusadores: o povo. 2) Os acusados: os irmãos ricos. 3) A acusação: a usura. Há um grande clamor do povo. Eles estão trabalhando no muro, mas a panela está vazia. Suas mulheres estão aflitas. A fome é uma questão urgente, não dá para esperar. O povo não pode continuar investindo na reconstrução do muro de estômago vazio. Enquanto uns esbanjam, outros lutam desesperadamente para sobreviver. Enquanto uns ficam inquietos por causa de coisas supérfluas outros se desesperam para ter pão dentro de casa. O problema não é só falta de amor, mas de amor, de solidariedade, de compaixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário