quinta-feira, 25 de março de 2010

Pentecoste



Dentre todos os eventos registrados na Bíblia Sagrada, sem dúvida alguma a descida do Espírito Santo no dia de Pentecoste é um dos mais expressivos. Embora para alguns esse passo bíblico suscite duras polêmicas doutrinárias, para outros ele é a razão de uma vida poderosa e atuante em Deus. Não é nosso interesse analisar neste artigo a parte teórica do assunto, mas tão-somente a experiência prática que ele pode proporcionar a cada coração sequioso. Pentecoste não é um acontecimento isolado na história que não pode ser repetido em nossos dias, como alguns afirmam, mas a presença insofismável do Espírito Santo, dando um caráter poderoso e agressivo ao Cristianismo.

É impossível pregarmos e vivermos sem esse poder. As igrejas que não buscam essa experiência indispensável representam muito bem um cristianismo inócuo, improdutivo, inexpressivo, falido. Quando não há interesse e voluntariedade nos corações em obter esse carisma, o formalismo passa a tomar conta do culto, e as organizações humanas abafam o organismo divino. Passa a haver mecânica nas prédicas, política e filosofia nos púlpitos e frieza espiritual no povo. Ao passo que, se for dado o devido lugar ás manifestações do Espírito, os mortos recebem vida, os fracos, força; os desviados voltam, os desinteressados se interessam, os caídos se levantam e a assembléia é renovada.

Mas esse poder não o vemos operando em muitas igrejas, ainda que se façam pedidos; se realizem culto, homílias, e se escreva uma apreciável quantidade de artigos sobre a operação do Espírito Santo. E, sem esse poder, crentes continuam fracos, desanimados, raquíticos, atrofiados. – Quais os motivos: Ignorância da obra completa do Espírito Santo? Ou incredulidade? Ou falta de espiritualidade? Ou negligência no buscar?

A questão é desafiante! É urgente! Temos de decidir! Precisamos tomar conhecimento do que a Bíblia diz a respeito do Espírito Santo. Se faz necessário crer; buscar com sinceridade, deixando as obras da carne e andando em espírito.

Pentecoste é a razão da qualidade e não da quantidade de cristãos; é a presença do som, do vento, do fogo e das línguas estranhas; é chicote contra Satanás; é açoite contra os demônios; é a nossa vitória contra o mundo, contra o Diabo, contra a carne; é a chegada do Filho; é a ordem do Pai; é a descida do Espírito.

Imaginar um cristianismo sem este poder, é como pensar num rio sem água, numa pomba sem asas, numa terra sem chuva e num céu sem estrelas. Amigo leitor, tens tu bebido da água que emana, dimana e promana da fonte cristalina? Tua vida tem sido incendiada, visitada, motivada e fortalecida pelo Espírito Santo? Tens tu vivido uma vida poderosa, cheia, frutífera e transbordante na presença do Senhor? Se a tua resposta for negativa, eis aqui a solução – PENTECOSTE!

Pentecoste é fogo chegando; é medo saindo; é coragem reinando; é a manifestação legítima do Espírito de Deus; é a chuva que cai, a seca que vai e a semente que fica; são corações incendiados pelo amor, pela paixão, pelo poder e pela verdade; é o Espírito guiando, lembrando, iluminando, dirigindo e convencendo; é a pomba pairando, a água descendo, o fogo queimando, o vento soprando, o azeite ungindo, o selo marcando.

Não há o que pensar, dizer ou rejeitar sobre o assunto. Pentecoste é, sem dúvida, uma realidade. Deste poder é que nós precisamos. Por que nunca se ouviu falar tanto como hoje de pessoas que se desviam ou mudam de igreja? – É porque a frieza espiritual tem tomado conta dos corações, e, em conseqüência, as congregações estão sendo abandonadas, os jovens enfraquecendo, os velhos impacientes; o amor está esfriando; novos grupos se estão formando e novas doutrinas heréticas se levantam. Então, a outra pergunta é esta: - Onde vamos parar? – Para isso só há uma resposta, só uma solução – PENTECOSTE!

Pentecoste é a força do celeste para o terrestre; do divino para o humano; é o Espírito Santo batizando, renovando, purificando; é o dínamo; é o dinamismo em ação; é a dinamite de Deus; é o amor do pescador, o cuidado do semeador, a fluência do pregador.

A Igreja Primitiva começou a atuar depois da descida do Espírito Santo. Pedro, um pescador fraco e indeciso, pregou para três mil corações orgulhosos e endurecidos; Tiago liderou; Estevão perdoou; Filipe evangelizou e Paulo encontrou-se a si mesmo. As almas se convertiam, o fogo caía e a igreja crescia, tudo em razão do Pentecoste. Portanto, não podemos ficar à margem desta questão. Somos igreja, e como tal, temos por obrigação ser cheios do Espírito de Deus. É hora de recebermos as delícias espirituais que o Senhor oferece gratuitamente. Ele nos dá a resposta para os problemas, para a depressão, para todo o embaraço espiritual.

PENTECOSTE é a resposta de Deus para as igrejas do século XXI; é altar levantado, reconstruído, edificado e em chamas; é a meta de Deus; o triunfo do homem e a esperança do mundo.

Pentecoste são os velhos sonhando, os filhos e filhas profetizando e os jovens tendo visões; é o fogo caindo, a fumaça subindo e as palhas queimando: palhas da incredulidade, do medo, do ódio, da dissensão, da murmuração.

Finalmente, podemos dizer que a necessidade é premente, urgente. Porque não estamos nas primeiras horas da Igreja, mas na sua última hora. Precisamos esvaziar-nos de nós mesmos e encher-nos do Espírito Santo. Este é o caminho certo – PENTECOSTE!.


(artigo extraído da Revista “SEARA” da CPAD em abril de 1980. Autor: Pastor Paulo César Lima da Silva).

2 comentários:

  1. Paz, Pastor Flavio.

    Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

    Estou seguindo o vosso blog.

    Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

    http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

    Siga-nos também.

    Fica com Deus.
    Um abraço, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  2. Querido irmão,

    A Paz do Senhor,

    Fico feliz com a visita do nobre irmão ao nosso blog. Já estou lhe seguindo no seu. Gostei muito do que li. Que o Todo Poderoso continue lhe dando graça e Te abençoando poderosamente.

    É um prazer conhecê-lo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...