sábado, 26 de março de 2011

Pastor Silas Malafaia é Investigado Pela Justiça Por "Homofobia"


A procuradora da República em Brasília Ana Carolina Araújo Roman investiga se Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus, teve conduta homofóbica em uma audiência pública na Câmara dos Deputados na qual se discutiu o chamado Estatuto das Famílias.

O encontro, realizado em maio passado, foi marcado para discutir mudanças no direito de família. Malafaia fez um discurso contrário à união homoafetiva. Até aí,nenhuma surpresa em relação às posições conservadoras defendidas pelos evangélicos em geral.

Mas Malafaia foi mais fundo. Exagerou. Pegou pesado. Na sessão, o pastor chegou a dizer que se fosse para concordar com a união gay, então que se liberasse a zoofilia e a necrofilia.

Mesmo sem nenhuma lei anti-“homofobia” no Brasil, aliados da agenda gay na Justiça tentam perseguir cristãos que se opõem à ditadura gay

No início de fevereiro, Ana Carolina converteu uma investigação preliminar sobre o caso em inquérito por entender que era necessário continuar com as apurações.

O que Malafaia disse na audiência da Câmara:

– Vamos liberar tudo que tem na sociedade. Vamos colocar na lei tudo que se imaginar. Quem tem relação com cachorro, vamos botar na lei, porque tem gente que gosta de ter relação com cachorro. Eu vou apelar aqui, mas tem que dizer, é um comportamento, ué. Vamos aceitar?

– Quem tem relação com cadáver? É um comportamento, vou botar na lei. Ah, se é um comportamento, ué, estão espantados, vão discriminar, ué? É a favor de quê? Então vamos colocar tudo na lei e onde é que vai parar a sociedade brasileira?

Fonte: http://www.veja.abril.com.br/


Malafaia fez um discurso contrário a essas mudanças, com uma postura que apenas refletiu valores inegociáveis do Cristianismo.

Entretanto, o que ele disse desagradou profundamente à militância gay e seus aliados. Ele indicou que se a lei deve ser modificada para atender aos desejos das pessoas, inclusive com “casamento” gay e adoção de crianças por duplas gays, então qual será o limite? Ele disse:





Em tempo: Se a justiça brasileira já está agindo assim com Silas Malafaia agora, que é muito conhecido no meio evangélico, o que acontecerá se o PLC 122 for aprovado?

2 comentários:

  1. Prezamigo pr. Flavio constantino,

    A paz de Cristo, o nosso Senhor!

    Necessitamos urgente de uma posição da igreja sobre os ataques homossexuaisfóbicos.

    A igreja está calada e sem a atuação correta diante desta perseguição que produzirá uma grande perseguição contra os crentes que não aceitam esta condição que agride ao Deus criador do homem e da mulher.

    Vamos em frente sem medo do que está por vir. O príncipe deste mundo, está preparando a sua cilada e muitos serão enganados.

    O Senhor seja contigo, nobre pastor!

    O menor de todos os menores.

    ResponderExcluir
  2. Tenho profundas divergencias quanto ao comportamento do Pastor Silas Malafaia relacionado aos seu ultimos programas aliás desde que começou a se aliar ao Samuela Camara, até a divisão da Igreja com sua saida da CGADB. MAs tenho que admitir que a favor da moral é uma das maiores autoridades e o seu conhecimento tem sido usado para bradar contra os abusos que os homossexuais representados pelos seus parlamentares querem impor á sociedade, que ele continue corajosamente defender os principios divinos quanto à moral para que nosso país siga abençoado por Deus.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...