sábado, 11 de dezembro de 2010

Reino de Deus ou Reino dos Céus?


O novo Testamento registra duas expressões para a mesma realidade: reino de Deus e reino dos céus. Os dois autores de evangelhos, Mateus e Marcos, escrevendo sobre o mesmo fato, no início do ministério de Jesus, usaram uma e outra expressão. Mateus, por exemplo, diz que Jesus começou a pregar: “...é chegado o reino dos céus (Mt 4.17), e Marcos, referindo-se ao mesmo episódio, diz: “...é chegado o reino de Deus” (Mc 1.15). Ambas as expressões aludem a um mesmo Reino que tem Deus como Rei. Posto isto, Reino dos céus e Reino de Deus são sinônimos perfeitos.

Ainda poderíamos apresentar outras passagens paralelas em que Mateus usa a expressão “Reino dos céus” e Marcos e Lucas usam “Reino de Deus”. Mas queremos apresentar uma só passagem em que Jesus tanto usa a expressão “Reino dos céus” como “Reino de Deus”. Isto está em Mateus capítulo 19 versículos 23 e 24: “Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus. E outra vez vos digo que é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus”.

Mas existe uma razão, porque Mateus preferia a expressão “reino dos céus” em contraste com todos os outros evangelistas, que usavam “reino de Deus”?

Primeiramente, devemos estar consciente da reverência que um judeu piedoso tinha para com o nome sagrado de Deus, sendo levado, sempre que possível, a substituí-lo por outro termo, dos quais “céu” era o mais frequentemente escolhido. Por isso Mateus, que escreveu para os judeus, fazia sempre esta substituição. Por exemplo, na parábola do filho pródigo, Lucas escreve: “Pai, pequei contra o céu e contra ti...” (Lc 15.21). Por outro lado, Marcos, que escreve para os romanos, vai utilizar a expressão “reino de Deus” ao se referir as mesmas passagens de Mateus.

Contudo, a melhor coisa a saber realmente sobre o Reino de Deus (ou dos céus) é que a boa nova do Reino veio a ser o cerne da pregação de Jesus, dos seus ensinamentos, do seu testemunho. O anúncio do Reino de Deus aos pobres irritou profundamente as elites religiosas de sua época, sendo considerado provocativo pelo Sinédrio, pelos príncipes dos sacerdotes, doutores da lei, escribas e fariseus. E constituiu-se na razão político-religiosa de sua morte na cruz (Lc 23.5).

6 comentários:

  1. ÓTIMO POST!

    UM CERTO DIA... JESUS FOI INDAGADO PELOS FARISEUS COM UMA PERGUNTA DIRETA E INCISIVA: "QUANDO O REINO DE DEUS SE MANIFESTARIA?", E JESUS, SEM RODEIOS LHES RESPONDEU: " O REINO DE DEUS NÃO NASCI AQUI OU ALI..MAS DENTRO DE CADA UM DE NÓS.

    OS JUDEUS ACALENTAVAM A EXPECTATIVA QUE O REINO DE DEUS, SE MANIFESTARIA COM A VINDA DO MESSIAS, ESTABELECENDO UM REINO FÍSICO-POLÍTICO, LIBERTANDO A NAÇÃO DO SEU SUBJULGO...POR ISSO A PERGUNTA A JESUS: QUANDO E ONDE O REINO SE MANIFESTARIA???
    E, JESUS DISSE...O REINO DE DEUS... ELE NÃO NASCE AQUI, ALI OU ACOLA.. NÃO VEM COM VISIVEL APARÊNCIA...MAS NASCE DENTRO DE CADA UM DE NÓS..SUA AMBIÊNCIA NÃO É EXTERNA MAS INTERNA...

    ABRAÇOS !
    HERRERA
    cativosporcristo.blogpost.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Pr. Flavio Constantino.

    Parabéns pelo artigo, já vi pessoas fazendo discurso sobre o assunto que eu não consigo entender como conseguem tanta imaginação para algo que não é complexo.

    Com a sua devida permissão publiquei seu artigo no meu blog (como manda o figurino) e estou divulgando o seu espaço.

    Seu conservo,
    Iveraldo Pereira.

    ResponderExcluir
  3. Querido Carlos Herrera,

    A Paz do Senhor,

    Infelizmente parece que a Igreja ainda não percebeu essa realidade. Está faltando mais ação da igreja na história. Pois entendo que onde existe morte a partir da implantação do Reino passará ter vida, se existe injustiça com o Reino de Deus será proclamado a justiça.

    A Igreja tem se alienado em muitos aspectos, precisamos voltar as bases daquilo que chamamos de "Reino de Deus ou Reino dos Céus".

    Um grande abraço,

    No Amor de Cristo,

    Pastor Flavio Constantino

    ResponderExcluir
  4. Querido Iveraldo Pessoa,

    A Paz do Senhor,

    Fique à vontade. E agradecido pela sua visita por aqui.

    Um grande abraço,

    No Amor de Cristo,

    Pastor Flavio Constantino.

    ResponderExcluir
  5. Olá Pr. Flávio!

    Graça e Paz,

    excelente reflexão, que o Senhor continue abençoando o seu ministério.

    Em Cristo

    Ailton
    www.extremosulgospel.com.br

    ResponderExcluir
  6. Quer dizer então que era uma estrtegia de Mateus,
    para não contrariar os costumes daquele povo?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...