quinta-feira, 8 de abril de 2010

Um Recado aos Cafetões da Prosperidade

Queridos talvez o Pastor Silas e a sua equipe pudessem assistir esse vídeo abaixo.

Vale a pena assistir.

Ainda há Profeta em Israel.

Ainda existem 7.000 que não se dobraram a Baal.

Assista o vídeo:

8 comentários:

  1. Pastor Flavio Constantito.

    CARTA ABERTA AOS PASTORES FILIADOS À CGADB

    Aos pastores e teólogos filiados a Convenção Geral da Assembleia de Deus no Brasil.

    Corro o risco de me passar como alguém em defesa do Malafaia, devido aos episíodio de Morris Cerullo e Mike Murdock no programa Vitória em Cristo, recentemente, mas não me importo com a minha imagem. A minha defesa é do povo, em favor da Palavra pregada com clareza, da verdade na sua inteireza e proferida com muita coragem.

    Longe de mim parecer fazer apologia da miséria e da pobreza. Longe de mim parecer fazer apologia da avareza e da ganância. Longe de mim parecer fazer apologia da Teologia da Prosperidade.

    Pois é, observo que é isto que acontece no meio cristão brasileiro. Os pregadores deixaram de fugir da aparência do mal. Muitos têm a vida próspera financeiramente, entendem o sentido da prosperidade vinda do esforço nos estudos e trabalho honesto, e são abençoados devido tal saber, mas não explicam ao povo mais simples qual é o caminho da bênção material. Tudo em nome da manutenção do seu nome ligado à “boa fama ortodoxa”.

    A pregação com ambiguidade é torpe!

    Com tristeza, neste semana, encontrei uma pessoa assembleiana, que reclamava de um pastor que pediu ofertas para a construção de uma grande garagem num templo-sede situado em nossa cidade de São Paulo. Para a irmãzinha, a solicitação das ofertas ao projeto da garagem era algo extremamente pecaminoso, pois, segundo ela, automóvel e garagem são vaidades, luxo que a carne corrompida pelo pecado quer ter. “Crente santo não precisa de carro, vai ao culto através de lotação pública ou caminhando”, disse ela, bem enfática. Chorei por dentro com um riso no rosto, porque as lamúrias dela mereciam meu respeito.

    Daí, depois, fiquei pensando: que geração é esta que está formada e que estão formando em nossas igrejas? Fala-se tanto contra prosperidade, sendo que a Bíblia não condena gente próspera, não condena o dinheiro.

    Por que não aparecem pregadores corajosos, saídos dos seminários da AD, revelando toda sua capacidade espiritual e intelectual para distinguir publicamente o rico avarento do rico mão-aberta? Porque eles não explicam aos mais simples que Deus não condena a fortuna vinda do trabalho honesto? Porque não esclarecem que o coração avarento e ganancioso é pecador e que estes adjetivos também são aplicáveis aos “pés-rapados”?

    Tem gente sofrendo porque não possui dinheiro para comprar remédios! Isto é bênção? Muitos crentes humildes pensam que sim, estão morrendo alegremente porque estão enganados pensando que o sofrimento que os atinge é por amor a Cristo! Estão neste cenário triste porque pregadores prolixos não se cansam de pregar contra a prosperidade!

    Tem gente, como esta irmã que eu citei, pensando que a posse de um carro novo, condução vinda do suor honesto de alguém pós graduado e com uma excelente profissão, é vaidade de gente carnal!

    Qual é o texto bíblico que nos afirma que ser próspero é pecado? Existe? Não.

    Quando os ilustres pregadores assembleianos vão perder o medo de arranhar suas imagens e colocar os pingos nos ís, conforme está nas Escrituras? Quando descortinarão o hebraico e o grego plenamente?

    Um dia Deus irá cobrar de quem sabia fazer o bem, teve a oportunidade de fazê-lo e não o fez.

    Passou da hora de distinguir prosperidade bíblica da Teologia da Prosperidade!

    Abraço, na paz de Cristo.

    E.A.G.
    http://belverede.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Querido irmão Eliseu,

    A Paz do Senhor,

    Fico imensamente feliz pela sua visita em nosso blog, porém, gostaria de fazer alguns comentários com relação a Teologia da Prosperidade.

    Em 1º lugar a Biblia não diz que prosperidade é pecado. O grande problema é que pregadores estão dando ênfase no ter como objetivo da fé, e não no ser, tendo suas fontes básicas em determinadas ideologias americanas, já entre nós há muitos anos.

    Em 2º lugar a Teologia da Prosperidade erra ao dar ênfase demasiada ao ter. Do ponto de vista bíblico a grande prosperidade humana é a prosperidade do ser. É só ler as bem-aventuranças.

    Em 3º lugar a Teologia da Prosperidade erra ao associar sucesso à espiritualidade. Pense em Abraão: ele deixou de ter para passar a ser. E em Elias: sempre foi e nunca teve (2Co 8.1,2; 9.8-11). A bênção de Deus sempre é a riqueza do ser, e algumas vezes enriquece também materialmente.

    Em 4º lugar a Teologia da Prosperidade só tem chance de ser bênção quando olhamos para 1Tm 6.9-19 e aprendemos o seguinte: a) quando não é buscada obssessivamente (v.9); b) quando não se transforma na segurança da vida (v.17); c) quando existe para estimular a espiritualidade (v.18); d) quando aponta na direção de outra riqueza (v.19).

    Há vários outros equívocos na teologia da prosperidade. Se todos fossem relatados este texto seria comprido demais. Os que foram aqui mencionados servem de mostragem e de exortação, para que as Igrejas de Deus se portem como os bereanos e examinem as Escrituras cuidadosamente para não abraçar qualquer novidade, por mais atraente que ela seja.

    Termino dizendo que enquanto a Confissão Positiva cria uma maneira irreal de conceber a fé e o Triunfalismo nos faz negar todo o tempo a realidade humana, o Evamgelho da Prosperidade confunde uma igreja rica em solidariedade com uma igreja rica e solitária, totalmente desencarnada da dor e dos sofrimentos humanos.

    Um grande abraço,

    Fique na Paz do Senhor,

    Pastor Flavio Constantino

    ResponderExcluir
  3. Prezamado pr. Flávio Constantino,

    A paz do Senhor!

    Permita-me amado repetir o comentário que postei em resposta ao caro Elise Gomes:
    .............................
    Prezamado Eliseu Gomes,

    A paz do Senhor!

    Você não está correndo risco nenhum. Afinal, o pastor Silas Malafaia, merece todo o respeito.

    No momento algo está passando que precisa ser corrigido, e depressa, como em muitos momentos de nossa vida. Oremos por ele! Para que a sua coragem seja bem direcionada, pois, há mais de trinta anos, reconhecí ao Senhor Jesus na igreja do seu sogro pastor Jopsé Santos, agora nas mãos do Senhor.

    Com certeza, a prosperidade com a benção de Deus, é algo devido aos que a buscam e aos que desenvolvem condições de a obter honestamente, sem se apressar em ser rico.

    Alguns pastores por suas habilidades profissionais, recusam o salário pastoral, por não dependerem exclusivamente do ministério, pois, possuem uma profissão secular.

    Os que se dedicam exclusivamente ao evangelho, não devem exercer direitos comissionados por entradas de dízimos e ofertas. Isto é incorreto!
    Mas, que vivam bem e de acordo com as suas possibilidades no ministério, sem exageros conforme a Palavra.

    Você encontrará uma pessoa assembleiana, batista, presbiteriana, metodista, ou seja lá o que for com diferentes reclamações. Você está citando uma pessoa com pouca instrução secular e espiritual.

    Me questione e descubra o que penso, pois, também sou assembleiano e risos, com barba. Mais risos. Nunca utilize o título denominacional para demonstração desta sua pesquisa. Não funciona.

    Diga sempre: encontrei um crente que pensa com diferenças. É melhor!

    O automóvel é necessário, mas pergunto: Necessita um importado com blindagem? Vários pastores estão atuando desta maneira e discordo frontalmente com este abuso. Pastor que precisa de blindagem, não possue o revestimento do poder de Deus, e anda em demonstração de riqueza desnecessária a sua função, e sujeito ao sequêstro e assaltos desnecessários.

    A prosperidade pregada é um abuso, e a prosperidade natural e dividida de diferente maneira a cada um dos crentes e não crentes.

    Muitos com muito, não são, por vezes, prósperos e muitos com pouco, são por vezes, extremamente prósperos em sua maneira de viver. A Bíblia avalia o coração.

    Os pregadores corajosos devem sair de todas as denominações, ou somente as das outras são corajosos, destemidos, preparados ou com capacidade espiritual ou intelectual.

    Verifique com cuidado, que existe um movimento dentro das Assembléias de Deus, com mudanças à mostra. Chegaremos lá! E oremos para que as outras denominações possuam também seus olhos bem abertos e estes desejos de mudanças.

    continua..........

    ResponderExcluir
  4. ..........continuação em resposta ao comentário do eliseu Gomes,
    ......................................
    O erro está nas igrejas seculares. Todas! A invisível vai bem!

    Pregadores prolixos pregando contra a prosperidade? Existe um engano em sua afirmação e me parece estar pouco entendido à respeito.

    Eu prego contra esta falcatrua e perfeita armadilha chamada de Falácia da Prosperidade. Prego contra este engano. Não prego contra você possuir o que o seu esforço com a permissão de Deus o permite possuir. Não! Isto não!

    Cada um possue habilidades diferentes em sua vida, bem como, heranças e nunca serão todos iguais. Uns possuem mais para distribuir e outros nada possuem para recebr. Afinal, é melhor dar do que receber. Concordas? Portanto a prosperidade é visivel quando você possue para doar, e ser exemplo de humildade, sabedoria, e agradecimento.

    Sobre quem morre alegremente, creia, é apenas uma observação tradicional de sua parte. Isto não existe!

    Está irmã está amargurada e sem entender sobre autos e garagem, esqueça o pensamento dela, que não é o meu, e nem o seu e lembre-se, sou assembleiano, possuo meu auto e gosto de garagem para estacionar, como muitos que você deve conhecer. Citar o caso da irmãzinha, como exemplo, é perda de tempo. Ela não é "todos", concorda mais uma vez? Ore por ela e a oriente com todo o cuidado para que entenda, ou não! A comunidade de crentes possue diversas personalidades.

    Verifique a sua e depois verifique a minha. E por primeiro ou por último, verifique a da irmãzinha. Seremos sempre diferentes em nossos pensamentos, contanto que no final, sejamos de Cristo Jesus.

    Citas sempre: Pregadores Assembleianos.

    Eu sou um deles, e quando quiseres conversar comigo e desfazer este seu pensamento mal formulado, me informe o seu telefone fixo e com muito prazer poderei mostrar a você, e a qualquer outro que sou o que você ainda não entendeu sobre "pregadores" e pregadores, não importa a denominação.

    Creio que, se você me permitir, verás o mundo um pouco diferente.

    O meu e-mail: pastor.newton@yahoo.com para o envio do seu telefone fixo.

    Me sentirei muito honrado em tomarmos um tempo por telefone, e quem sabe um dia pessoalmente.

    Um conselho para seu melhor rendimento: Existem muitos pastores das Assembléias de Deus com extrema capacidade, como em qualquer denominação religiosa. Entenda mais: Erros absurdos estão sendo operados em todas as denominações, com ênfase ou não, são erros que com certeza, deverão estirpados do nosso meio pela igreja invisível que não para de trabalhar.

    A que vai ser arrebatada! Creia! Ela existe, e eu faço parte dela. E creia, a senhora asembleiana, apesar de sua pouco cultura, poderá estar incluída nesta igreja invisível.

    A cultura é relacionada a camada social e ao meio comum. Será que a Assembléia de Deus toda, pensa como esta irmãzinha. Será que esta irmãzinha é o modelo correto?

    Aproveito para sugerir: Os livros do pastor Ciro Zibordi, poderá orientar aos de todas as denominações como eliminar a maioria de erros causados que contrariam a Palavra de Deus:

    Erros que os pregadores devem evitar, Mais erros que os pregadores devem evitar, Evangelhos que Paulo jamais pregaria e Erros que os adoradores devem evitar.

    A su preocupação é idêntica a minha, portanto, aproveite para indicar em seu blog estes livros que contribuirá, com certeza, em sabedoria e conhecimento aos nossos irmãos.
    ....................................

    O Senhor seja contigo, nobre pastor Flávio,

    O menor de todos. Contra a Falácia da Prosperidade e a favor da prosperidade sem falácia.

    ResponderExcluir
  5. Querido Pastor Newton,

    A Paz do Senhor,

    Fica aqui os meus agradecimentos pelos comentários enriquecedores e esclarecedores do amado irmão, tendo em vista, a eficácia nas palavras.

    Concordo com tudo que o amado escreve sobre o assunto em tela.

    Um forte abraço,

    Pastor Flavio Constantino.

    ResponderExcluir
  6. A Teologia da Prosperidade é aberrante e aberradora e envergonha sobremaneira o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Cumpre-se o que diz Fp 3.19 "Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas." Parabéns por seu blog e convido que visite os nossos: 1) Observatório Teológico - www.observateologia.blogspot.com e 2) Blog do Discípulo - www.creioeunabiblia.blogspot.com Deus abençoe sua vida e ministério.

    Cicero Ramos

    ResponderExcluir
  7. Querido irmão Cicero Ramos

    A Paz do Senhor,

    Quero aqui agradecê-lo pela nobre visita em nosso blog e seu precioso comentário. Fique certo que estarei fazendo uma visita em seu blog.

    Um grande abraço,

    No Amor de Cristo,

    Pastor Flavio

    ResponderExcluir
  8. nao adianta o elizeu nao desite de defender seus idolos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...