sábado, 7 de janeiro de 2012

Igreja Mundial do Poder de Deus causa Megacongestionamento na Dutra em SP


A Polícia Rodoviária Federal vai pedir ao Ministério Público que solicite à Justiça a interdição do templo da Igreja Mundial do Poder de Deus, inaugurado no domingo em Guarulhos (Grande SP). A interdição é necessária, segundo a polícia, porque um novo grande evento dessa igreja está previsto para o dia 13 e não há nenhuma garantia de que novos congestionamentos não ocorrerão.

Para a polícia, a região não tem estrutura para comportar eventos de grande porte. A igreja evangélica tem alvará para receber até 30 mil pessoas. A inauguração teve a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Mais de 140 mil pessoas participaram dos cultos - os organizadores falaram em 2 milhões ao longo do dia.

O caos ocorreu porque ônibus transportando fiéis pararam irregularmente nos acostamentos das rodovias Presidente Dutra e Hélio Smidt, via que dá acesso Cumbica. Pessoas com receio de perder o início dos cultos chegaram a atravessar a pista expressa da Dutra e a derrubar alguns de seus alambrados de proteção para chegar mais rapidamente ao megatemplo. O grande volume de ônibus provocou o congestionamento dessas vias e, ainda, da rodovia Ayrton Senna.

Alvará

A decisão de acionar o Ministério Público na próxima semana para pedir a interdição do templo foi tomada anteontem, após uma reunião entre os policiais e representantes da Prefeitura de Guarulhos. Também pesou na decisão a informação da Polícia Militar de que o templo não tem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, atestando a segurança do local. Participaram da reunião de ontem representantes da PM, da concessionária NovaDutra e da Agência Nacional de Transportes Terrestres.

A Prefeitura de Guarulhos disse que não comentará o pedido de interdição. Afirmou ainda que o alvará foi fornecido porque os responsáveis pela igreja apresentaram um protocolo atestando terem pedido a vistoria dos bombeiros. Segundo a prefeitura, o alvará tem sua validade condicionada à apresentação do laudo. Os responsáveis pela Igreja Mundial do Poder de Deus foram procurados pela reportagem da Folha de S.Paulo ontem, pelo terceiro dia consecutivo, mas eles não se manifestaram sobre o assunto.






Um comentário:

  1. Prezamigo pr. Flávio Constantino,

    A paz de Cristo, o nosso Senhor!

    Aí está a mostra do desconforto proporcionado pelos governantes que não apostam suas qualidades, por vezes, por não existirem, na parte que deveria ser comum ao que deve ser organizado por qualquer administração.

    Existe uma falta de respeito to tipo "QUE SE DANE", a qualquer regra que permita o respeito às cosntruções indevidas e mal calculadas e relacionadas as péssimas vias de acesso a qualquer novos eventos.

    Não há interesse, que não seja político, que possa suportar aos desmandos das engenharias de desenvolvimentos no Brasil.

    Aqui nos EUA, é normal à qualquer aprovação de uma nova construção uma perfeita e normal disponibilidade futura de vias de acessos e estacionamentos qe possam atender as necessidades de ambas as partes, sem interferir em qualquer futura dificuldade de acesso ou fluxo de veículos.

    A falta de planejamento no Brasil é interesseiro e desprovido de responsabilidades para o futuro.

    A construção de MEGA-TEMPLOS, será a causa de transtornos por esta falta de respeito, e por si só, será uma grande catástrofe urbana.

    Claro que para os políticos que utilizam estes podiums de poder, isto não passa de um perfeito "mamom"... com açúcar.

    O Senhor seja contigo, nobre pastor,

    O menor de todos os menores.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...