sábado, 12 de fevereiro de 2011

O Que Significa ser Santo Para Jesus?


Um certo escritor disse uma certa vez que uma das coisas mais difíceis de mudar numa sociedade são os seus “HÁBITOS MENTAIS” – seja ela cristã ou não. Mas, seguramente, o tempo, o estudo e as novas idéias são capazes de mudar as estruturas mais radicais e as mais resistentes.

Até hoje ficamos reféns de uma espiritualidade que não consegue integrar as diversas partes do mundo,ou seja, o espiritual quase sempre fica divorciado do material.

A espiritualidade da igreja primitiva, ao contrário do que muitas pessoas pensam era extremamente social, porque não havia pobres entre eles (2Co 8).


Vejamos alguns tipos de santificação na igreja:

COMPENSATÓRIA: É aquela que procura compensar todos os seus erros, buscando as bênçãos de Deus;

EXPIATÓRIA: São as nossas consagrações;

COMPULSÓRIA: É aquela pessoa que faz por obrigação e não por estar na presença de Deus;

EMULATÓRIA: É aquela pessoa que faz para competir com outra;

EVENTUAL: É aquela que eventualmente acontece na vida da pessoa de mês em mês;

CONVENIENTE: É aquela que a pessoa por conveniência realiza e patrocina a sua santidade para atender a sua própria conveniência;

DO PODER: Para obter o Poder de Deus;

DO JEJUM: Um meio para obter de Deus algum favor;


Para Jesus, ser santo é:

- Ser santo é, mesmo em dia de sábado, trabalhar a favor da santidade de vida. (Jo 9);

- Ser santo é colocar o valor da vida acima do valor das coisas,mesmo aquelas mais “SAGRADAS” (Entre aspas);

- Ser santo é entender que o altar diante do qual Deus nos ver prostrados não é apenas o altar do Templo, mas também os altares ensanguentados dos corpos dos nossos irmãos de história e que estão caídos nas esquinas da vida (Mt 25);

- Ser santo é viver a misericórdia no agitado ambiente secular, em vez de viver a quietude alienada do ambiente religiosos que não tem janelas para a história da dor humana ( Fp 2.3-7);

- Ser santo é acreditar que a santidade não se polui quando toca com amor aquilo que é sujo (Lc 7.11-17);

- Ser santo é não temer ser mal interpretado pela mente daqueles que estão sujos de pretensa santidade (Lc 19);

- Ser santo é ter na paixão dos profetas a motivação existencial para o nosso enfrentamento histórico do mal;

- Ser santo é ser separado, não dos pagãos, como Israel equivocadamente tenou, mas é viver a diferença radical dos valores do Reino em meio às sociedades pagãs;

- Ser santo para Jesus é continuar sendo de Deus mesmo em meio ao mais profundo e implacável silêncio divino (Mt 27);

- Para Jesus ser santo é ser verdadeiro para com a nossa condição humana: é ter coragem de chorar em público; de admitir perdas e saudades; de gritar de dor;de confessar depressão; de pedir ajuda emocional; de se confessar cansado; de dizer tenho sede; de confessar que a privacidade é um direito e uma necessidade de sobrevivência.


* Biblicamente falando a santidade não pode ser auto patrocinada, ou seja, nada que eu faça me tornará mais santo do que já sou, porque uma vez recebido por Cristo Deus me torna participante de sua santidade (Cl 1.1-2).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...