segunda-feira, 4 de maio de 2020

O MITO DA ESPADA DE DÂMOCLES




Dâmocles era um súdito da corte do rei Dionísio, que administrava o reino sem contestações. Seu poder era absoluto e sua palavra, a lei. Vangloriava-se de ser todo-poderoso e vivia submerso nas delícias e vantagens do poder. Sempre que podia, Dâmocles expressava seu sonho de um dia poder ter à mão tudo o que desejasse.

Dâmocles insistiu tanto nesse desejo que Dionísio resolveu revelar-se as angústias do poder. Convidou-o para ser rei por um dia, com direito a coroa, cetro, banquete e tudo o mais. Mandou, porém, colocar uma espada em cima do trono, presa por um fio de crina de cavalo.

Dâmocles exultou. Finalmente seu sonho seria realizado. Vestiu-se com pompa, assumiu a condição de rei e mergulhou no banquete em sua homenagem. Porém, no meio da festa, levantou os olhos e viu, sobre sua cabeça, a espada ameaçadora, que poderia a qualquer momento decepa´-lo. Engoliu em seco, ficou morrendo de medo, mas entendeu nessa hora o que são as angústias do poder.”

Os Dâmocles modernos estão sempre preocupados. Sentem-se ameaçados, tendo ou não estabilidade econômica. No trabalho, têm medo de ser demitidos. No casamento, têm medo de ser traídos ou abandonados. Se são empresários, têm medo de ser abandonados pelos clientes. Têm medo de que uma simples gripe se transforme em meningite ou outra doença séria qualquer. Têm medo de que os filhos adolescentes se tornem viciados em drogas. Vivem sobressaltados com a possibilidade de acidentes ou ataques cardíacos. E são capazes de se assustar com o simples soar de uma campainha ou telefone.

Tendem a viver exaustos, pois, além do esforço consumido para realizar seus projetos, gastam uma enorme energia para aplacar os diálogos dentro de suas cabeças. O que mais os desgasta são as preocupações. Lutam para chegar ao sucesso e, quando o atingem, surge a imagem desse sucesso acompanhada por uma espada sobre a cabeça. A espada é imaginária, mas cria nos Dâmocles a dúvida que enfraquece seu poder.

Sabe o que é esse medo? É a ausência da fé. Mais cedo ou mais tarde, o medo acaba destruindo as pessoas, pois, enquanto o amor é o coração, a fé é a coluna vertebral. É ela que nos mantém em pé, mesmo quando estamos doentes, em um leito, ou perdidos numa tempestade de problemas. Dâmocles deixou, contudo, que a espada quebrasse sua fé, pois ninguém o proibiu de retirá-la de cima de sua cabeça.


Soli Deo gloria
Pastor Flavio Constantino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O MITO DA ESPADA DE DÂMOCLES

Dâmocles era um súdito da corte do rei Dionísio, que administrava o reino sem contestações. Seu poder era absoluto e sua palavra, a le...