segunda-feira, 28 de maio de 2012

Pastor Adeildo Costa sofre infarto e é hospitalizado

O pastor Adeildo Costa ficou conhecido internacionalmente depois de ministrar no congresso de missões dos Gideões Missionários da Última Hora, quando contou o seu testemunho, relatando que aos 14 anos de idade teve que sobreviver nas ruas da cidade de São Paulo, por aceitar a Jesus Cristo,

De acordo com sua assessoria de imprensa, o pastor sofreu recentemente um infarto, e encontra-se hospitalizado. Em boletim sobre a saúde do pastor, os médicos afirmam que ele passará por um procedimento cirúrgico, o ‘Cateterismo Cardíaco’, e que seu estado de saúde é estável.

Adeildo viveu cerca de dois anos e meio nas ruas de São Paulo, depois que ter que abandonar a casa de sua família por ter se convertido ao cristianismo protestante. Em seu testemunho o pastor conta que seu pai chegou a dizer que preferia que ele fosse um bandido a ser “crente”. Ele conta ainda que como vivia nas ruas chegou a sofre humilhação ao tentar entrar em uma igreja e que só não tirou a própria vida na época porque, na porta dessa igreja, ouviu de uma criança que seria um grande pregador da Palavra.

Na terça feira (22) o pastor já se mostrava preocupado com seu estado de saúde. Em seu perfil no Twitter publicou uma série de mensagens falando de sua ida ao hospital: “Agradeço aos amigos que estão orando por minha vida. Meu estado de saúde não é um dos melhores, mais uma vez levado as pressas ao hospital. – Socorrido por minha esposa Ruth.. agora já medicado e irei enfrentar uma baterias de exames. Pressão altissima. 22.11. Sem falar e enxergar. – Agora bem. Não como devia mais o corpo sentiu e ta na hora de parar por um tempo depois voltar com força total. Oreis por mim Brasil”, escreveu Adeildo Costa.

Fonte: Gospel mais



quinta-feira, 17 de maio de 2012

Neymar, Jesus, os crentes e o amor ao mundo




Domingo o Santos se sagrou tri-campeão paulista.

Na comemoração, Neymar um dos principais jogadores da Vila, colocou uma bandana na testa com os dizeres “100% Jesus”.

Pois é, logo depois da comemoração no campo o famoso jogador seguiu em direção a uma conhecida casa de shows. A folia, segundo o UOL, aconteceu em uma boate com lista fechada no centro da cidade de Santos. Segundo relato das convidadas, que costumavam sair para fumar, a festa tinha “dez garotas para cada homem”, a maioria trajando microssaias.

Ué! talvez você esteja perguntando: Neymar não é evangélico? Como é que ele pode professar sua fé em Cristo e ao mesmo tempo ir pra boate curtir a noite com a mulherada?

O pastor da Igreja Batista Peniel, de São Vicente, Newton Glória Lobato afirmou numa entrevista em julho do ano passaque Neymar é dizimista e que se senta nas últimas fileiras da igreja e que tem vergonha de dar o seu testemunho no microfone.

Caro leitor, na minha perspectiva Neymar é o protótipo de boa parte dos evangélicos no Brasil. Na verdade, muitos dos que se autodenominam cristãos pensam que são crentes, sem contudo terem tido a experiência do novo nascimento.

Ora, é impossivel amar ao mesmo tempo Cristo e o mundo. Ou somos de Deus e vivemos pra Deus ou somos do mundo e vivemos pro mundo! O problema é que o evangelho pregado por alguns dos evangélicos, distorce a verdade da Cruz, dizendo pro homem que ele pode seguir a Cristo e ao mesmo tempo curtir os prazeres do mundo.

Prezado amigo, seguir a Jesus implica em mudança de vida, de atitudes e comportamento. Seguir a Jesus é muito mais do que cantar os hits gospel, seguir a Jesus é muito mais do que colocar bandanas na testa, seguir a Jesus significa negar os prazeres do pecado e viver integralmente para Deus.

Lamentavelmente a geração gospel vibra mais com bandanas, shows e salamaleques do que com àquele que por amor a Cristo abandona os prazeres do mundo.

Pense nisso.

Renato Vargens é pastor, conferencista, escritor e tricolor. Curte o futebol, mas sempre joga na defesa (da fé).

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Muçulmanos lançam rede social para concorrer com Facebook


Para atrair muçulmanos e censurar o conteúdo considerado incompatível para os seguidores do Islã, um grupo de empresários resolveu criar uma rede social parecida com o Facebook que deve ser lançada em julho.

Chamada de “Salam World” a rede social vai impedir que conteúdos com pornografia, anúncios de bebidas alcoólicas e outros assuntos proibidos para os muçulmanos sejam compartilhado.

O conselho executivo desse site é formado por representantes de 17 países muçulmanos, mas o conceito é baseado na Turquia. Junta-se a eles outros especialistas de 12 países que ajudam com ideias sobre como o site pode se tornar ideal para os jovens muçulmanos.

Pelos estudos feitos por esses executivos deu para perceber que, por exemplo, na Malásia o Salam World poderá fazer muito sucesso, pois mesmo tendo uma sociedade muito conservadora o país tem muitos jovens.

Os objetivos dessa rede social são ambiciosos, eles acreditam quem em três meses terão 50 milhões de usuários e assim poderão concorrer com o Facebook e com o Twitter, que são sites de relacionamentos já popularizados, mas que não possuem nenhum tipo de censura.


Com informações UOL


 

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Cerca de 1,5 mil pastores desistem do ministério todos os meses

A revista Cristianismo Hoje publicou uma matéria que fala sobre a quantidade crescente de pastores que entregam seus ministérios por não suportarem as cobranças que esse sacerdócio exige.

Com problemas de ordem financeira, familiar e até mesmo de saúde, esses pastores preferem se afastar de suas atividades, sem deixar de exercer suas crenças. Isso é, eles continuam na igreja, mas não cumprem suas tarefas como pregar, fazer visitas e etc.

Na reportagem o pastor José Nilton Lima Fernandes, 41 anos, conta que pediu licença da sua função na Igreja Presbiteriana Independente (IPI) no final de 2010, depois de quase 15 anos enfrentando problemas. “Eu entrei num processo de morte. Adoeci e tive que procurar ajuda médica para me restabelecer”, conta ele que acabou se divorciando, o que aumentou suas dores por perder a companhia permanente da filha.

Durante todo o ano de 2011 ele esteve de licença e essa experiência lhe mostrou que é possível servir ao ministério pastoral sem estar dirigindo uma igreja.

“Não acredito mais que um ministério pastoral só possa ser exercido dentro da igreja, que o chamado se aplica apenas dentro do templo. Quebrei essa visão clerical”.

Nilton que está casado novamente e retomou seu trabalho como pastor em uma IPI da zona leste da capital paulista não é o único sacerdote que cede aos problemas que aparecem no cumprimento desse chamado. A revista Cristianismo Hoje cita também pesquisas elaboradas nos Estados Unidos que mostram o alto índice de “licenças” que são pedidas.

Uma delas, elaborada pelo Instituto Francis Schaeffer, mostra que todos os meses 1,5 mil pastores abandonam seus ministérios por problemas morais, esgotamento espiritual e até mesmo por desavenças com a igreja.

Uma outra pesquisa mostrou que os principais problemas enfrentados por esses ministros são: depressão e estresse, despreparo ministerial, falta de contato com a Bíblia, casos extraconjugais e crise financeira.

Li no conceituado Blog do meu amigo Pastor Elias Rébuli.
 
Fonte: gospel prime
 

quarta-feira, 9 de maio de 2012

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Centenário da Assembleia de Deus no Pacaembu pode render multa de R$ 50 milhões


O promotor de Justiça Mauricio Antonio Riebiro Lopes, da Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da cidade de São Paulo entrou com uma ação civil pública contra o Município, o prefeito Gilbero Kassab (PSD) e contra o pastor José Wellington Bezerra da Costa.

Para o MP a prefeitura utilizou o Estádio do Pacaembu indevidamente ao oferecer o espaço para que as Assembleias de Deus realizassem a festa de comemoração aos 100 anos da denominação. O evento aconteceu no dia 15 de novembro e reuniu milhares de fiéis, causando incomodo aos moradores da região em volta do Estádio.

Pela lei o Pacaembu só pode ser usado para eventos esportivos, sendo assim o prefeito teria agido contra a Lei ao ceder o local para uma comemoração religiosa.

Por esse motivo o prefeito está sendo acusado de improbidade administrativa e o Município poderá ser condenado a pagar uma multa por dano moral coletivo causado aos moradores do bairro do Pacaembu.

Já o pastor da Assembleia de Deus Ministério Belém, que também é presidente da Convenção Geral das Assembleias do Brasil (CGADB) também entrará nesse processo de improbidade e poderá ter que ressarcir o Estado em R$50 milhões juntamente com Kassab.

Com informações do Ministério Público de SP



quarta-feira, 2 de maio de 2012

Valdemiro Santiago é vaiado durante festa do Dia do trabalhador


O apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi vaiado nesta terça-feira, 1º de maio, em uma festa organizada pela Força Sindical no centro de São Paulo para comemorar o Dia do Trabalhador.

Valdemiro foi o único convidado que não agradou a maioria do público presente na Praça Campo de Bagatelle, na zona Norte da capital.

O líder religioso subiu ao palco logo após a apresentação do cantor sertanejo Daniel, mas não foi bem recebido pelo público estimado em 50 mil pessoas. Santiago teve dez minutos para discursar, mas quase não foi ouvido diante do barulho que a plateia fazia.

O Jornal da Record mostrou o vídeo gravado durante a festa e relembrou que ele está sendo investigado por acusações de ter desviado dinheiro dos fiéis para enriquecimento pessoal.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/valdemiro-santiago-e-vaiado-durante-festa-do-dia-do-trabalhador-em-sao-paulo/#ixzz1tjj4bxbz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...